Capa » Esportes » Vitória fácil para Hamilton no GP da Austrália

Vitória fácil para Hamilton no GP da Austrália

Sem surpresas, a dupla da Mercedes dominou o GP da Austrália e começou a temporada 2015 da Fórmula 1 na frente. O inglês Lewis Hamilton foi quem faturou a vitória, de ponta a ponta, e sem sofrer ameaças do companheiro Nico Rosberg, na madrugada deste domingo, em Melbourne. O grande destaque da prova foi Felipe Nasr que, ao chegar em quinto lugar, fez a melhor estreia de um brasileiro na F1. Seu xará Felipe Massa terminou logo à frente, na quarta colocação.

A primeira corrida do ano foi marcada por diversos problemas mecânicos e poucos carros no grid. Alinharam apenas 15 e, destes 11 cruzaram a linha de chegada ao fim das 58 voltas da corrida australiana. As baixas começaram no sábado com a Marussia, que teve problemas no motor e não conseguiu nem disputar o treino classificatório, em seu retorno à F1.

No mesmo dia, o finlandês Valtteri Bottas foi encaminhado ao hospital com dores nas costas. Reavaliado neste domingo, o companheiro de Massa na Williams foi descartado do grid, sem substitutos. Antes da largada, o dinamarquês Kevin Magnussen, que correria no lugar de Fernando Alonso na McLaren, teve problema no motor ao fim da volta de apresentação. O russo Daniil Kvyat, da Red Bull, não largou por conta de falha no câmbio. Além disso, houve outras baixas durante a prova, com a dupla da Lotus.

Com o menor grid da F1 desde o GP dos Estados Unidos de 2005, a largada não gerou maiores emoções entre os primeiros colocados. Hamilton despontou na liderança, seguido por Rosberg. Massa sustentou a terceira colocação, apesar das investidas do alemão Sebastian Vettel, em sua primeira prova pela Ferrari.

Já no pelotão intermediário, Felipe Nasr tocou na Ferrari de Kimi Raikkonen e na Lotus de Pastor Maldonado na primeira curva. O brasileiro subiu do 11º para o 6º lugar, enquanto o piloto venezuelano não conseguiu permanecer na pista e deixou a prova. A Lotus do francês Romain Grosjean também acabou sendo atingida e logo ele também abandonava a disputa. O choque acusou a entrada do safety car na pista, antes mesmo do fim da primeira volta.

Com a saída do carro de apoio, a corrida foi retomada com apenas 13 carros. Hamilton liderava com tranquilidade, abrindo até dois segundos de vantagem sobre Rosberg, enquanto a disputa seguia quente no bloco intermediário. Firme na disputa, Nasr segurou a pressão de Raikkonen e do anfitrião Daniel Ricciardo, da Red Bull.

Na primeira rodada de parada para troca de pneus, na 17ª volta, Massa fez bom pit stop, mas perdeu tempo atrás de Ricciardo e acabou sendo superado por Vettel. Nasr também não teve sucesso ao deixar o quarto lugar.

Antes da segunda parada, a corrida sofreu as baixas de Raikkonen com problema mecânico, e do holandês Max Verstappen. O piloto mais jovem a largar em uma prova da F1, aos 17 anos, não resistiu a uma falha no motor e abandonou quando figurava em 8º lugar.

Com menos um rival na pista, Nasr concentrou suas atenções nas ameaças de Ricciardo. Os dois fizeram boa disputa na segunda metade da prova. E o brasileiro resistiu até cruzar a linha de chegada em quinto. Seu companheiro de Sauber, o sueco Marcus Ericsson terminou em oitavo.

Lá na frente, Hamilton levou a bandeirada com tranquilidade, com mais de um segundo de vantagem sobre Rosberg. Vettel completou o pódio, seguido de perto por Massa. Na outra ponta, o inglês Jenson Button foi o último colocado, com duas voltas atrás dos primeiros colocados, mostrando que a retomada da parceria entre McLaren e Honda ainda precisará evoluir muito nas próximas corridas para se aproximar dos favoritos ao título.

A próxima etapa da Fórmula 1 será disputada daqui a duas semanas no dia 29, na Malásia. No Circuito de Sepang, o grid deve ter o retorno do bicampeão Fernando Alonso, ausente neste domingo por indicação dos médicos, ainda por consequência do acidente sofrido ainda nos testes da pré-temporada.

Confira a classificação final do GP da Austrália:

1º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), em 1h31min54s067

2º – Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1s360

3º – Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a 34s523

4º – Felipe Massa (BRA/Williams), a 38s196

5º – Felipe Nasr (BRA/Sauber), a 1min35s149

6º – Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 1 volta

7º – Nico Hülkenberg (ALE/Force India), a 1 volta

8º – Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 1 volta

9º – Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso), a 1 volta

10º – Sergio Pérez (MEX/Force India), a 1 volta

11º – Jenson Button (ING/McLaren), a 2 voltas

Não completaram a prova:

Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Max Verstappen (HOL/Toro Rosso)

Romain Grosjean (FRA/Lotus)

Pastor Maldonado (VEN/Lotus)

felipe nasr teve a melhor estreia de um brasileiro na F1

Autor: Local

Posts Similares