Capa » Cidades » Prefeita do Guarujá tem audiência com Ministro dos Portos

Prefeita do Guarujá tem audiência com Ministro dos Portos

A prefeita de Guarujá, Maria Antonieta de Brito esteve em sua primeira audiência com o novo Ministro dos Portos, Edinho Araújo, na última sexta-feira (23). A reunião foi realizada na sede da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). Antonieta aproveitou a oportunidade para fazer uma série de solicitações.

Inicialmente, a prefeita pediu “celeridade” do Governo Federal, quanto à conclusão da fase 2 da Avenida Perimetral. “Concluímos a fase 1, que separou parcialmente o trânsito de veículos pesados, dos veículos da Cidade. Já a fase 2 vai separar de vez o trânsito de caminhões, do trânsito de Vicente de Carvalho (moradores e usuários do transporte público). Isso trará maior qualidade de vida e reduzirá os conflitos do trânsito portuário no Município”, explicou. Antonieta acrescenta que ter a fase 2 da Perimetral significa dar um grande passo na infraestrutura logística, “em um sistema viário próprio para o Porto de Guarujá, que será único”.

Outro aspecto exposto foi a necessidade do pátio de caminhões. Em Santos, Cubatão e Guarujá, um dos maiores problemas são os caminhões – fruto do fortalecimento da atividade econômica portuária, com o desenvolvimento que afeta a Cidade. “Pedimos à Codesp a possibilidade de ampliar a locação da área onde está o acesso provisório (entregue no dia 15), para que possamos fazer um estacionamento também provisório, abrigando 900 caminhões da Cidade”. Para a prefeita a medida vai impedir que os veículos fiquem nas vias públicas, e a infraestrutura viária seja prejudicada.

Além disso, também solicitou ao ministro um olhar para a região do Linhão. “Gostaria de uma melhor conservação daquele espaço, como estamos fazendo parceiramente em outras áreas. A Codesp tem me auxiliado com hidrojateamento em comunidades onde ainda não temos condições de estar entrando, por falta de equipamentos”.

Na ocasião, a Antonieta discutiu o impacto de remoção das famílias do conjunto habitacional que está sendo construído naquela área, com duas mil unidades. “Inteiramos o Ministro de como está esse processo. E, ao mesmo tempo em que estamos fazendo uma intervenção no local, também estamos fazendo fora dessa área, para poder dar mais dignidade pras pessoas que estão morando nas palafitas”, pontuou. Ela ainda explica que, no futuro com a desocupação, a área será ainda mais importante para o desenvolvimento do Porto.

Antonieta fez também um apelo a Edinho Araújo, sobre os trabalhadores portuários que atuam no terminal Santos Brasil. Ela quer que o Ministro analise a possibilidade antecipada da renovação da concessão das empresas do lado de Guarujá. “Queremos garantir a manutenção dos postos (e ampliações) dos trabalhadores dessas empresas, além de investimentos para nos tornar mais competitivos. Não podemos deixar que ocorram demissões, ou que o Município perca em divisas”.

A prefeita classificou como positiva a audiência com o Ministro dos Portos. “Ele vem com muito boa vontade, em realizar os projetos e dar continuidade ao trabalho que vem sendo feito pela Codesp. É uma relação importante entre o Governo Federal e a Prefeitura, com diálogo permanente”.

Edinho Araújo se mostrou bastante satisfeito com o trabalho integrado entre a Prefeitura de Guarujá e Codesp. “Quero voltar à Região para que possamos fazer uma avaliação da discussão de hoje. Peço a colaboração de toda a equipe da Codesp para que auxilie Guarujá no que for necessário. Farei o melhor possível, pois a Cidade é emblemática nesta área”, finalizou.

Segundo o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Portuário de Guarujá, Adilson de Jesus, que também participou do encontro, ficou claro que o ministro se mostrou conhecedor do potencial portuário de Guarujá.

“Ele se colocou à disposição para que a Codesp nos atenda. Foi uma reunião de grande sucesso, porque estabeleceu um prazo para a companhia. A sua presença mostrou que ele se interessa pela Baixada e valoriza o potencial do porto de Guarujá”, salientou.

Também participaram o diretor de Desenvolvimento Portuário de Guarujá, Ribamar Brandão; o deputado federal, Marcelo Squassoni, e o presidente da Codesp, Angelino Caputo. Este foi o primeiro contato do ministro com os prefeitos da Região.

Autor: Local

Posts Similares